Chávez morre sem querer querendo.


Presidente da Venezuela morre aos 58 anos, após lutar contra a doença
Após 20 meses de luta, o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, 58 anos, acabou vencido pelo câncer na região pélvica. Ele não resistiu à última cirurgia realizada em Cuba, em dezembro, e morreu ontem, em Caracas, às 16h25 (hora local). Ele regressara de Cuba havia pouco mais de duas semanas. Em cadeia nacional de TV, o anúncio foi feito pelo vice-presidente, Nicolás Maduro, direto do hospital militar em que Chávez estava internado.
"Chávez deixa como herança uma pátria livre e independente. Temos que crescer nesta dor. Comandante Chávez, obrigado por tudo o que fez por este povo. Pedimos que nossa dor seja canalizada em paz, com tranquilidade. Convocamos todos os venezuelanos a ser vigilantes da paz, do respeito, da tranquilidade desta pátria. Transmitimos a seus familiares e a todo povo nossa dor nesta tragédia histórica", declarou.
A morte joga a Venezuela num cenário de incertezas. Chávez foi reeleito presidente em outubro, mas não chegou a tomar posse. A constituição obriga o governo a convocar novas eleições em até 30 dias. Durante o período, Maduro fica no cargo interinamente.
Analistas dizem que Chávez só teria se preocupado em indicar Maduro como sucessor quando já não podia mais esconder a doença. Há dúvidas se o Partido Socialista Unido da Venezuela vai aceitar como herdeiro de Chávez o atual vice-presidente, ex-condutor do metrô de Caracas. O principal ‘concorrente' de Maduro à frente do chavismo é o presidente da Assembleia Nacional e militar reformado Diosdado Cabello.

Fonte: Meia Hora