Justiça condena mãe por fazer a filha acreditar que nasceu trazida por uma cegonha

Pela primeira vez na história do Brasil pós-Lula, a Justiça de São Paulo condenou uma mulher de 33 anos por mentir para a filha, fazendo a menina acreditar que veio ao mundo sendo trazida por uma cegonha.


No entendimento do magistrado, a enganação é um crime de natureza grave, capaz de provocar confusão no cérebro da menina, que ficou sem entender como uma cegonha conseguiu carrega-la até o berço da mãe. Ainda de acordo com a sentença, o Juiz disse que a crença da cegonha provoca ainda uma curiosidade na garota sobre como se faz para encomendar uma criança pela cegonha.


A mãe terá que pagar sua pena dando aulas, durante 12 meses, para outras crianças, ensinando a maneira correta de encomendar um bebe e desmentindo a historia da cegonha. 

Fonte: G17