Álcool deixa as pessoas mais conservadoras

É provável que, enquanto lê isso, você esteja aí se lembrando de
barbaridades
coisas bem liberais que já fez depois de beber umas e outras. Mas, surpreendentemente, de acordo com um estudo da Universidade do Arkansas (EUA), a gente fica mais conservador quando bebe.
Por essa ninguém esperava, né? Mas os pesquisadores constataram que, quanto mais alto o nível de álcool no sangue dos voluntários, mais conservadoras eram suas opiniões em relação a sexo, educação e posicionamento político.
E o que explica esse efeito bizarro? A hipótese do estudo tem potencial para irritar o pessoal mais tradicional: o álcool deixa as pessoas mais conservadoras porque prejudica o raciocínio. É o que os pesquisadores chamam de “pensamento de pouco esforço” — segundo eles, se você não pensa direito sobre as coisas, acaba caindo nas ideias conservadoras.
Em outros testes, pessoas distraídas e com pouco tempo para pensar também se mostraram mais conservadoras do que as outras — o que dá força à explicação.