Pastor que remover diabo das pessoas e não der prazo de garantia será punido, alerta PROCON

Pastor terá que oferecer garantia de 1 ano
a pessoa que contratar o serviço de remoção do diabo do couro
O Pastor que remover o diabo de uma pessoa e não oferecer prazo de garantia de um ano poderá ser punido, segundo o Programa de Proteção ao Consumidor. Acontece que muitas pessoas estão pagando para retirar o diabo da pele, mas no outro dia a “besta fera” retorna, obrigando o fiel a desembolsar mais dinheiro para remover novamente o diabo do couro.

No Congresso está sendo discutida a criação do Código de Defesa dos Fieis (CDF). "Se um pastor remove o diabo de um fiel, e o diabo volta para o mesmo fiel no dia seguinte, o pastor será obrigado a retirar novamente sem cobrar nada, a garantia mínima deve ser de um ano" disse o deputado que propôs a criação do CDF.

Enquanto a Lei não é aprovada, os fieis podem recorrer ao PROCON para punir o Pastor que não oferecer garantia de 1 ano, no serviço de remoção do diabo do couro. 

Fonte: G17