Justiça proíbe homem de ter sonhos com a mulher do vizinho


Joaquim contava detalhadamente os sonhos com a esposa do vizinho
para os colegas de condomínio durante os jogos de Poker
Em Salvador (BA), Joaquim Juá, 32 anos, foi proibido pela justiça de continuar tendo sonhos com a vizinha de apartamento Clarice Clara Costa, esposa de Celso Costa. A ação foi movida pelo vizinho, marido de Clarice, que ficou extremamente chateado ao saber dos sonhos de Joaquim.

A descoberta, sobre os sonhos, aconteceu porque Joaquim costumava contar para os colegas de condomínio durante o jogo de Poker, do qual Celso – seu vizinho – também participava. O caso foi parar na Justiça e Joaquim foi proibido, em primeira instancia, de sonhar com Clarice.

Na sentença, o Juiz determinou a aplicação de multa diária no valor de 10 mil reais, em caso de desobediência por parte de Joaquim.

Procurado pela reportagem de G17, Joaquim Juá disse que o sonho não é proposital. “Aquela mulher vem na minha cabeça, me domina, e acaba comigo, não dá para controlar”, disse. Interrogado se irá atender a determinação da justiça Joaquim respondeu: “E quem disse que a justiça ou o marido dela vão saber? Eu vou continuar, só que desta vez calado, sem contar para ninguém”. 


Fonte: g17