Besouros australianos fazem sexo com garrafas de cerveja

Aliás, “tentam fazer sexo” é a descrição mais apropriada. Foram dois pesquisadores australianos  que testemunharam a cena pitoresca: besouros machos tentando acasalar com garrafas de cerveja largadas pelas estradas do oeste da Austrália — “os pênis deles estavam claramente cutucando as garrafas”, contam.
Por quê? Não é um fetiche ou uma nova orientação sexual: os machos confundiam as garrafas com besouros fêmeas graças à cor, a detalhes na superfície e ao modo como refletem a luz — para eles, estavam apenas se engraçando com fêmeas bem grandinhas, que são mesmo preferidas na hora da cópula por terem mais ovos.
É engraçado, mas um tanto trágico também: os pesquisadores contam que, por causa dessa pegadinha, as pobres fêmeas dos besouros provavelmente perdem um monte de parceiros — e, mais grave ainda, havia sinais de que formigas predadoras aproveitavam o engano dos insetos para arrastá-los de cima das garrafas e servi-los no jantar.
O estudo que registra a prática foi um dos vencedores do prêmio Ig Nobel (o Oscar da ciência maluca, que premia os “avanços científicos que primeiro fazem as pessoas rir, e depois pensar”) deste ano, que rolou na semana passada lá nos EUA.

Fonte: Abril: Ciência Maluca