Justiça de Portugal decide julgar cachorrinho por perseguir gatos

Foto:Ilustrativa
Pela primeira vez na história de Portugal, a justiça vai julgar um cachorro acusado de perseguir cerca de 700 gatos em Lisboa. O cachorrinho Tutu poderá pegar até 10 anos de prisão no canil se for condenado.

O advogado contratado pelo dono de Tutu, disse que o cachorrinho é inocente, e indefeso, e que só o olhar dele prova isso. “Ele nunca perseguiu um gato, pelo contrário, já levou até surra de um gato, dias atrás”, disse o advogado de Tutu.

Mas a vizinhança de onda mora Tutu disse que o cãozinho é o terror do local. “Esse cachorro de bom só tem a cara, ele já perseguiu meu gato tantas vezes que foi preciso fazer tratamento psiquiátrico do trauma que ficou da fúria desse Tutu”, disse uma vizinha do cachorro.

O julgamento está datado para o próximo mês. O tribunal receberá, além de Tutu, cerca de 700 gatos, testemunhas da fúria do cãozinho. “Se ele tentar correr atrás dos gatos no tribunal é sinal que ele é culpado”, disse o Promotor de acusação.


Fonte: g17